Douglas Moo e a Humildade Teológica

março 13, 2018

Andy Naselli chamou atenção para essa parte do comentário de Romanos de Douglas Moo¹. Ele estava preocupado com duas realidades que um teólogo pode cair. Na primeira ele pode se tornar tão certo de suas posições que acabará se tornando um arrogante fechado. Por outro lado ele pode, em nome de uma falsa humildade, perder a confiança teológica e sofre corm falta de compromisso com a verdade das Escrituras.

Para equilibrar essa situação Naselli recorreu a passagem abaixo onde Douglas Moo conta uma testemunho pessoal. O incrível é que testemunhei in loco o que as palavras abaixo estão dizendo. Moo realmente é um exemplo de humildade e cuidado com o texto. Leia os parágrafos abaixo e aprenda com o exemplo desse homem. É realmente verdade e possível para nós também!

“Humildade teológica. Para a minha mortificação e o prazer da minha família, recebi pelo correio nesta semana um convite para participar da Associação Americana de Pessoas Aposentadas (AARP). Cheguei a um ponto de vida em que me achei prefaciando muitas coisas que eu digo com “a minha idade”. Sem dúvida, como meus filhos insistem, algumas das frases que se seguem refletem o endurecimento das artérias ou medo irracional de qualquer coisa nova. Mas algumas dessas afirmações, eu acredito, refletem alguma sabedoria que a perspectiva da idade inculcou.

Um dos sentimentos mais comuns que eu expresso hoje em dia é uma maior humildade sobre certas posições teológicas que mantenho. Como muitos jovens, me senti confiante de minhas posições nos primeiros anos da minha carreira. Às vezes propaguei visões oralmente ou impressas, que eu não tinha pensado tanto quanto deveria. Embora eu não tenha mudado muitos desses pontos de vista, estou muito mais inclinado agora a notar evidências que podem não corresponder à minha visão.

Portanto, eu sinto muito mais intensamente a necessidade de flexibilizar o que ensino ao chamar a atenção para essa evidência e ao admitir que minha visão pode não estar correta. A idade crescente certamente não deve transformar-nos em “milquetoastos” teológicos – incertos sobre o que acreditamos e influenciados pelo último vento de doutrina. E estou tão apaixonadamente comprometido com a essência da fé cristã como eu sempre estive. Mas eu descreveria minha abordagem atual no estudo teológico e no ensino como “humilde”.

O que tudo isso tem a ver com Romanos 11:33-36? Apenas isto: o lembrete de Paulo de que os pensamentos de Deus estão muito além de qualquer coisa que possamos nos aproximar e seu plano, mais intrincado e maravilhoso do que poderíamos imaginar, certamente exige que cada um de nós exerça grande humildade ao procurar compreender Deus e a Palavra. Neste lado da glória, toda nossa teologização é incerta e tentativa. A humildade, a vontade de ouvir e o respeito pelos outros são as atitudes apropriadas para nós, criaturas finitas, enquanto procuramos aprofundar as profundezas do caráter e da verdade de Deus.

Com certeza, Deus nos deu graciosamente em sua Palavra uma revelação de si mesmo e de seu plano que todos podem entender. A essência do que a palavra diz é clara e incontornável. Mas os detalhes nem sempre são tão claros quanto nossas tradições teológicas ou lealdades confessionais sugerem. Pessoas defendendo pontos de vista com mais rigidez do que a Escritura permite tem causado danos incalculáveis à igreja e à causa de Cristo no mundo. Assim, enquanto louvamos a Deus por seu plano incrível e gracioso de redenção, devemos também curvar nossos joelhos com humildade diante dele e manter uma boa perspectiva de nossas próprias limitações em entender os detalhes desse plano.”²

Que Deus, sua Palavra, e exemplos assim continuem nos guiando pelo doce caminho da humildade. Soli Deo Gloria!

Pedro Pamplona

¹Doug Moo on Theological Humility
²NIVAC; Grand Rapids: Zondervan, 2000, pp. 391–92

O Fundamento da Unidade CristãComo Usar Catecismos com Crianças
All comments (1)
  • Smithc28
    junho 28, 2018 at 01:18

    The data are part of an autumn of just about 16 targets in Lib Dem provide because of the 2010 commander selection, before Huhne scooped […] Read MoreThe data are part of an autumn of just about 16 targets in Lib Dem provide because of the 2010 commander selection, before Huhne scooped 46.5 with all the electionHermes kelly felix bags didn can far in order to move benefit eecbefeabdkeaabe Read Less

    Reply

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *